SERGIPE - Memorial do Poder Judiciário retrata o Cangaço em exposição

27/07/2011 11:53:11 por Eugênio Nascimento em Variedades

Com a proposta de mostrar o Cangaço como movimento cultural e seus reflexos no Estado, o Memorial do Poder Judiciário de Sergipe traz, entre 28 de julho e 2 de setembro, a exposição 'No Rastro do Cangaço'. De acordo com Rafael Cerqueira, curador do Memorial, a intenção é de mostrar o Cangaço não somente como uma representação de violência e usurpação.

"O Cangaço foi um movimento social e ao mesmo tempo cultural. Com a exposição, pretendemos mostrar o Cangaço do imaginário popular, que está bastante vivo na memória do povo sergipano, e também desconstruir as mentiras e lendas que o cercaram através do tempo", comenta Rafael.

Estarão expostos no Memorial, fotografias e objetos de diversos grupos de cangaceiros, cedidos pelo Museu Histórico de Sergipe. Os armamentos utilizados por Zé Baiano, cangaceiro que atuou na região de Frei Paulo, vieram do Museu do Cangaço, organizado pelo escritor Antonio Porfírio de Matos Neto, localizado no povoado Alagadiço.

Ainda compõe a exposição documentos e jornais da época, que tiveram como manchete a passagem de Lampião por Sergipe. O Arquivo do Poder Judiciário contribuiu com documentos a respeito do processo contra Lampião, que mostram como foi atuação da Justiça sergipana. Um dos documentos comprova que o Juiz Carlos Vieira Sobral registrou a sentença de Virgulino Ferreira, vulgo "Lampião" num processo crime no distrito de Nossa Senhora das Dores, denominando-o "Secário das caatingas do Nordeste Brasileiro".

Segundo Rafael Cerqueira, o legado do Cangaço influenciou a cultura sergipana de diversas formas: através da literatura de cordel, vestimentas, artesanato, etc. O Memorial também busca preencher a lacuna que há nos livros didáticos sobre a história sergipana. "Nas exposições, tentamos sempre proporcionar aos estudantes uma visão que não é mostrada nos livros, resgatando a nossa cultura", diz.

O acesso à exposição 'No Rastro do Cangaço' é gratuito e as visitas ocorrem de segunda a sexta-feira, das 8 às 14 horas. Escolas podem agendar uma visita monitorada através dos telefones (79) 3213-0219 ou 3213-0771. O Memorial do Poder Judiciário de Sergipe funciona no Palácio Sílvio Romero, localizado à Praça Olímpio Campos, 417, Centro de Aracaju. (Da assessoria)

Comentários (1)

thycianne em 15/08/2012 às 17:25h
puta que pariu

Deixe um comentário

Seu nome (Necessário)
Seu E-mail (Necessário - Não será exibido)
Seu comentário
Código da imagem:


Enquete


Categorias

Arquivos