Coluna Primeira Mão

É verdade.

Parece mentira. Mas é verdade. A Comissão Estadual da Verdade não chegará a lugar nenhum. Há indícios de que a coisa desandou de vez e já está em discussão a entrega dos documentos recebidos para instituições públicas.

Esquerdizando

Não deixou de chamar a atenção de políticos e de analistas políticos a troca de partido feita pelo deputado estadual Georgeo Passos. Rompeu com a tradição política familiar mais conservadora e foi procurar abrigo na Rede, um partido com jeito de esquerda.

Situação ruim

Não tem santo que ajude os deputados Augusto Bezerra e Paulinho da Varzinhas, nos processos a que respondem na Justiça por causa do mal uso das verbas de subvenção da Assembléia Legislativa. As provas contra eles são demasiado robustas. Aliás, foi isso o que falou a procuradora federal quando das denúncias.

Dinheiro em casa

Políticos sergipanos de todas as esferas do poder têm o hábito de guardar dinheiro em casa ou no apartamento. O dinheiro é colocado em pacotes e malas escondidas embaixo da cama, dentro e/ou em cima de guarda roupas e ainda entre a lage e o telhado da casa. É assim no interior e na capital.

Fake News

Falar sobre "fake news" (notícias falsas) se tornou parte do cotidiano atual. Tem ficado complicado compartilhar qualquer coisa no pântano das redes sociais. Também existem notícias falsas nas relações presenciais. O problema maior das "fake news" é que elas se tornaram obra de grupos profissionalizados.

Prescrição

Com a farra de prescrição de processos judiciais ( Romero Jucá, José Serra, FHC,etc.) divulgadas na semana que passou, as datas de prescrição passam a ser mais importantes do que as penas e o tempo de prisão. Os promotores se esquecem de pedir aos juízes para decidir e os juízes e os ministros não se lembram de fazer o seu trabalho. Um tipo de impunidade decore desses casos de prescrição.

Em Aracaju, é pior

Acertada a decisão de juíza estadual de proibir que ônibus da Copertalse transitem, superlotados de passageiros, pelo interior do estado. Agora alguém precisa avisar a magistrada que a superlotação dos ônibus de Aracaju é muito pior.

Obras inacabadas

Inaugurar obras inacabadas é a coisa mais corrente no Brasil, de norte a sul e de leste a oeste. Foi errado. Mas não é o caso de demitir o secretário estadual da Saúde, que parece estar fazendo um ótimo à frente dessa pasta problemática. Ademais, ele já prometeu entregar tudo pronto no dia 20.

Insegurança

Alguma coisa precisa ser feita em relação aos serviços de segurança prestados às escolas publicas. Será que esses profissionais são realmente qualificados? A Polícia Federal precisa fiscalizar melhor o treinamento dados a esses homens da segurança. Quando criminosos invadem escolas públicas, tudo parece um passeio. Na rede privada de escolas, isso é raríssimo. Esse último caso ocorrido em Lagarto deve servir como alerta.

Prefeitura devendo

A Prefeitura de Capela ainda não pagou Festa de São Pedro do ano passado. Mesmo depois de 10 meses e a beira de começar outro São Pedro muitos ainda não receberam pelos serviços prestados à época pela prefeitura. A prefeita Silvani Sukita não faz o pagamento ao pessoal dizendo que não tem recursos, porém já fez festa em janeiro com bandas, ja anunciou em seu instagram atraçoes para esse ano além de ter feito uma super festa para seu marido o pré candidato Sukita e os que prestaram serviços ainda não receberam

Quem matou

Sem resultados até agora, as investigações para saber quem matou o capitão do Pelotão da Caatinga de Sergipe. O caso da execução da vereadora Marielle Franco, no Rio de Janeiro, é diferente. As autoridades parecem ter resultados, mas não podem publicá-los.

Sob ameaça

Os "bonecos de Olinda" do ex-governador Jackson Barreto estão ameaçados de pichação e é por isso que tem uma viatura policial parada junto ao monumento. Mas não se trata de pichação de vândalos, mas de pichação política de seus adversários.

Janelaço

Quem melhor se serviu da janela para troca de partidos? Quais os nomes realmente de pesos que foram para essa ou aquela liderança? Tem políticos que estão dizendo que é preciso fazer a distinção entre quantidade e qualidade nas perdas e ganhos de políticos. Faz todo o sentido.

Balcão de negócios

A janela para troca de partidos terminou e, do mesmo modo que no Brasil inteiro, aqui também foi chamada de "balcão de negócios". Funcionou sobretudo o cálculo econômico. Mas houve exceções a esse tipo de comportamento. Fala-se que na esfera nacional tinha partido comprado adesão por R$ 2 milhões.

Apareceu

Em Nossa Senhora Aparecida, João Vitor, filho da vice-prefeita, trabalha numa fábrica e é CC da Prefeitura, com R$ 1.415 de salário. Dia longo o desse rapaz.

Ainda o IPTU

O ex-prefeito João Alves Filho aumentou o valor do IPTU em 30%. O atual prefeito Edvaldo Nogueira, durante a sua campanha e depois, declarou que sabia governar sem aumentar impostos e que iria abolir o tal aumento exorbitante. A justiça disse que ele não fez o que prometeu. O que ele está esperando para cumprir sua palavra? Uma revolta dos contribuintes enganados?

Riachão do Dantas

Ao advogado Carlos Augusto Guimarães Pinto Júnior protocolou na Câmara de Riachão do Dantas pedido de impeachment da prefeita Gerana Costa por improbidade administrativa e prevaricação. Ela teria criado cargos sem a aprovação da Câmara, não repassou no duodécimo dos vereadores e ainda há um caso de condenação de seu marido, Laelson, que teria que devolver ao erário público R$ 700 mil, ela foi notificada como gestora pública e não executou.

Nada a perder

Está sendo exibido em cinemas de Aracaju filme sobre a vida do empresário da fé Edir Macedo. O filme não explica como conseguiu ganhar tanto dinheiro a ponto de tornar o seu negócio numa empresa multinacional. Ele é descrito como vítima de perseguição da Igreja Católica, fazedor de “milagres”, compra um canal de TV e, ajudado por ex-presidente Fernando Collor, consegue a sua concessão no seu último dia de governo.

Volta às aulas na UFS

Nesta segunda-feira, 16, os cerca de 30 mil alunos da Universidade Federal de Sergipe (UFS) voltam às aulas em todos os campi da instituição de ensino (em Aracaju, São Cristóvão, Laranjeiras, Itabaiana, Lagarto e Sertão)

Banco dos réus

Na quinta-feira passada, o vereador Cabo Amintas esteve sentado no banco dos réus do Fórum Gumercindo Bessa acusado com mais alguém de tentativa de homicídio, ocorrida há mais de uma década. Foi condenado, mas o crime já prescreveu.

Deixe um comentário

Seu nome (Necessário)
Seu E-mail (Necessário - Não será exibido)
Seu comentário
Código da imagem:

Enquete


Categorias

Arquivos