10/03
19:15

Sergipe perde para o São Domingos

Com gol de Romão no primeiro tempo, o Sergipe perdeu para o São Domingos, por 1 a 0, no Arnaldo Pereira, pela oitava rodada do Sergipão. Foi a primeira derrota do técnico Narciso na competição. Com o resultado, o time colorado mantém os 9 pontos e estaciona na terceira colocação do grupo B, esperando a partida do Itabaiana contra o Olímpico, para saber se será ultrapassado pelo time de Itabaianinha ou não. O São Domingos, por sua vez, soma agora 11 pontos, ocupa a terceira posição do grupo A e entra, de vez, na briga pelo quadrangular.

No final do jogo, o técnico Narciso ficou na bronca com a má atuação da equipe, sobretudo, no primeiro tempo. “No intervalo do jogo, conversamos com a equipe e ela melhorou, mas por que não já começa assim já no primeiro tempo? Se o jogador tem qualidade de jogar bem no segundo tempo, tem que ter também no primeiro”, diz o técnico. “Não estamos conseguindo colocar a bola no chão, estamos com medo de jogar. Restam agora dois jogos e temos que vencer os dois. Infelizmente, não dependemos mais nós mesmos para nos classificar”.

Quando questionado pela Rádio Liberdade sobre a possibilidade de novas contratações, o treinador disse que precisa de um atacante nato. “Precisamos de um atacante para fazer gols, um que defina as jogadas”.

Na próxima rodada, o time alvirrubro vai encarar o América, domingo, às 15h15min, em Propriá, no Durval Feitosa, pela penúltima rodada da primeira fase. No mesmo dia, o São Domingos mede forças com o Olímpico, no Arnaldo Pereira, às 15h15min.

O jogo
Pela primeira vez, Narciso pôde contar com todos os jogadores que conta no elenco, visto que nenhum ficou no departamento médico ou estava suspenso. O jogo marcou o retorno do volante Gilberto, que havia cumprido suspensão na rodada anterior. Ele fez dupla de cabeça de área com Rodrigo, que ganhou a posição.

O treinador do Sergipe optou a começar jogando com Renam no ataque, ao lado de Grampola, com isso Wesley foi sacado. No meio, entrou com Thiago e Eanes, mas no segundo tempo, este saiu para a entrada de Paulinho, que retornou depois de ter sofrido uma lesão na estreia contra o Confiança.

Os anfitriões jogaram melhor no primeiro tempo, sobretudo, com as triangulações de Tito, Lelê e Nivaldo. O time soube explorar bem o lado esquerdo da defesa do Sergipe. Aos 41min, após uma saída errada, o lateral Fábio cometeu pênalti em André Saúde. Na cobrança, o zagueiro Romão chutou forte e abriu o marcador no canto direito de Nilson.

Segundo tempo
Na etapa final, o São Domingos colocou o pé no freio de caiu de rendimento. Os times começaram a fazer rodízios de jogadores. Pondé sacou Eduardo e colocou Jaedson. Narciso tirou Eanes e testou Paulinho. Depois, arriscou Magno no lugar de Thiago. Depois dos 20min, o zagueiro Romão ainda foi expulso e o Sergipe ameaçou a crescer, mas não conseguiu. No final, o zagueiro Bruno perdeu a bola e fez falta em Nivaldo. O juiz deu cartão vermelho para o defensor. Placar final 1 a 0.


FICHA TÉCNICA
São DOMINGOS
Ivan; Tito, Alex, Romão, Eri e Eduardo; Marquinhos, Neno e Lelê; Nivaldo e André Saúde.
Técnico: Luiz Ponde

SERGIPE
Nilson; Elisson, Flávio, Bruno e Fábio; Gilberto, Rodrigo, Eanes e Thiago; Rafael Grampola e Renam.
Técnico: Narciso.

Sergipão – 8ª rodada

Estádio: Arnaldo Pereira, em São Domingos-SE
Data: 10/03/2011, quinta-feira
Horário: 15h15
Gols: Romão (41min, do 1ºT)

OUTROS JOGOS
Gurany 3x2 Socorrense
América 1x3 Estanciano
Itabaiana x Olímpico*

*Partida acontece à noite

 CLASSIFICAÇÃO

Grupo A

Times

PG

J

V

E

D

GP

GC

SG

01

Confiança

12

08

03

03

02

12

09

03

02

Guarany

12

08

03

03

02

10

12

-02

03

São Domingos

11

07

03

02

02

07

05

02

04

Itabaiana

10

07

02

04

01

07

05

02

05

América

09

08

03

00

05

12

17

-05

 

Grupo B

Times

PG

J

V

E

D

GP

GC

SG

01

River Plate

14

07

04

02

01

12

06

06

02

Estanciano

09

08

02

03

03

10

10

00

03

Sergipe

09

08

02

03

03

07

09

-02

04

Olímpico

08

07

02

02

03

08

08

00

05

Socorrense

08

08

02

02

04

11

15

-04

 






Esportes
Com.: 0
Por Kleber Santos
10/03
18:20

Líder do governo garante que reforma administrativa não onera o Estado

Mesmo antes de ser colocado na pauta de votação da Assembleia Legislativa, o projeto de lei que trata da reforma administrativa no governo do Estado já provoca muita discussão entre situação e oposição. Nesta quinta-feira (10), após confirmar que o projeto será votado na próxima quarta-feira (16), o líder do governo, Francisco Gualberto (PT), criticou a postura da oposição durante os debates. "O que existe é uma má vontade da oposição com a nossa reforma. O líder deles, Venâncio Fonseca, vai dizer o tempo todo que não está entendendo nada. E nem vai querer entender mesmo", disse.

Segundo Gualberto, mesmo com a criação de algumas secretarias, como a de Direitos Humanos e a de Turismo, nenhum custo será acrescido ao orçamento do Estado. "Posso assegurar que não existirá aumento nos custos, até porque muitas das secretarias especiais e sub-secretarias que estão sendo criadas não terão dotação orçamentária. Serão custeadas com recursos da Casa Civil", explica o líder governista. Para ele, Venâncio tenta inclusive confundir a opinião pública ao fazer comparações descabíveis entre as estruturas de governo em Sergipe e em São Paulo.

O líder da oposição, deputado Venâncio Fonseca (PP) disse a reforma cria novas pastas, novos cargos e, por conseguinte, onera o Estado. Fonseca cobra um esclarecimento por parte do governo sobre o porque de elevar os custos da máquina num período de contenção de gastos públicos.

O deputado explica também que a proposta da reforma enviada pelo governador Marcelo Déda é justamente reordenar a máquina administrativa para que o Estado possa captar mais recursos junto aos diversos órgãos do governo federal. "Estamos em sintonia com o governo de Dilma Roussef e o Estado vai se capacitar para que mais recursos e programas sociais venham para Sergipe", garante, dando como exemplos a secretaria de políticas públicas para as mulheres e a própria secretaria de Direitos Humanos.

E para contribuir com o debate e municiar os demais deputados governistas com informações mais precisas sobre a reforma administrativa, Gualberto reuniu no seu gabinete, na tarde de quinta, técnicos do governo e aliados no parlamento. "Estamos nos colocando à disposição de todos para passar os esclarecimentos que forem necessários. Inclusive dos deputados de oposição, se estiverem interessados", afirmou o petista.



Política
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
10/03
18:04

Governador reúne-se com o presidente da Vale e discute projetos estratégicos para Sergipe

O governador Marcelo Déda se reuniu hoje com o presidente da companhia Vale, Roger Agnelli, e com o diretor Executivo da área de Fertilizantes, Mário Barbosa, onde abordou as perspectivas do projeto Carnalita que prevê, com a ampliação da exploração do potássio, na forma de carnalita, investimentos superiores a US$ 1 bilhão. A reunião ocorreu na sede da empresa, no Rio de Janeiro.

Os representantes do Governo do Estado puderam atualizar as informações a respeito dos investimentos da Vale em Sergipe, compreendendo o grau de prioridade destinado pela companhia ao projeto. "Também buscamos monitorar as relações da Vale com a Petrobras, a respeito da renovação do contrato de arrendamento das jazidas de carnalita no Estado de Sergipe. Há alguns conflitos operacionais entre a Vale e a Petrobras, em especial em áreas onde a exploração da carnalita conflita com a exploração do petróleo", detalhou o governador Marcelo Déda.

Segundo ele, é necessário delimitar essas áreas para que nas áreas remanescentes possa se iniciar o projeto de exploração do potássio na forma de carnalita, que é um dos elementos essenciais na produção de fertilizantes. "Além disso, ainda não foi renovado o arrendamento para exploração das jazidas. Como se trata de um projeto de longo prazo (prevendo cerca de 25 anos de exploração), envolvendo um investimento de US$ 1,2 bilhão, onde a Vale já investiu cerca de R$ 100 milhões em desenvolvimento de tecnologia e implantação de uma planta-piloto, a companhia quer segurança por parte da Petrobras de que ela terá esse arrendamento para realizar a exploração", explicou Marcelo Déda.

Posicionamento

O governador foi enfático ao afirmar que a posição do Governo de Sergipe é simples e objetiva. "Para nós, este é um projeto estratégico. Quem desenvolveu tecnologia e quem está pronta para deflagrar a exploração da carnalita em Sergipe é a Vale. É preciso 'quebrar' todos os gargalos burocráticos para viabilizar os investimentos", justificou Déda. Ele afirmou que esta sua viagem ao Rio de Janeiro é justamente para conversar com o presidente da Vale e com a diretoria da Petrobras para buscar um entendimento que garanta os investimentos, empregos e benefícios sociais conseqüentes dessa atividade.

"O presidente Roger Agnelli reafirmou que este é um projeto prioritário para a companhia, e que eles estão prontos para iniciar os investimentos, restando como último obstáculo a definição da Petrobras quanto à prorrogação do arrendamento. Nesse sentido, iremos hoje à tarde conversar com a diretoria da Petrobras com o objetivo de viabilizar esse entendimento o mais rápido possível", destacou.

Para Déda, é preciso que as duas empresas compreendam que os interesses do estado de Sergipe são no sentido de viabilizar a exploração dos seus recursos minerais. "Não nos interessa ter a carnalita enterrada. Este mineral só tem valor para nós quando se transforma em potássio, tornando-se uma commoditie e agregando riqueza à economia sergipana, com geração de empregos e desenvolvimento para o nosso povo. Este é o nosso objetivo e estamos dispostos a realizar todos os procedimentos e ações necessárias no sentido de viabilizar, o mais rápido possível, a exploração da Carnalita", sentenciou o governador.


Economia
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
10/03
15:32

SE ainda emite muitos cheques sem fundos

Segundo levantamento do Dieese,  a economia sergipana em Janeiro de 2011 trocou R$ 252,60 milhões de reais em cheques R$ 15,20 milhões de reais a menos Dezembro de 2010, no mês foram devolvidos sem fundo R$ 36,20 milhões de reais em cheques, de cada cem reais em cheque trocados mês Quatorze Reais e Trinta e Três centavos foram devolvidos sem fundo no estado, em Janeiro de 2010 esse valor era de Treze Reais e Quarenta e três centavos.

Nos últimos doze meses foram compensados R$ 2,7 bilhoes de reais em cheques no estado, desse total foram devolvidos sem fundos R$ 381,30 milhoes de reais, de cada cem reais em cheque trocados no ano Quatorze Reais e Vinte e Cinco Centavos foram devolvidos sem fundo no estado.



Economia
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
10/03
13:33

Campanha internacional de Microcrédito atinge 128 milhões de famílias

Fortaleza (CE), 10 de março de 2011 - O microcrédito beneficiou, em 2009, mais de 128 milhões de famílias dentre as mais pobres do mundo, que se encontram abaixo da linha da pobreza ou vivem com menos de 1 dólar por dia. Se for considerada uma média de cinco pessoas por família, a previsão é a de que estes microempréstimos atingiram 641 milhões de pessoas, quantidade superior à população da União Européia e Rússia, juntas. A informação consta no relatório da Microcredit Summit, uma campanha que une pessoas e instituições que trabalham para disseminar as melhores práticas de microfinanças em todo o mundo. Nos 12 anos de atuação da Campanha, o número de famílias muito pobres com um microempréstimo já cresceu mais de 16 vezes. O relatório está disponível para download no endereço http://bit.ly/gPb9bQ (em espanhol) e contém informações coletadas de mais de 3.500 instituições de microfinanças. Segundo a Embaixadora dos Estados Unidos para os Assuntos da Mulher, Melanne Verveer, mais de 81% das pessoas muito pobres que receberam microempréstimos foram mulheres bastante adimplentes e que investem seus lucros na família e na comunidade. Isto equivale a mais de 100 milhões de pessoas. O documento também anuncia a criação do Selo de Excelência para Alcançar os Pobres e Transformar as Microfinanças, que reconhecerá as instituições que fazem todo o possível para ajudar as famílias a sair da pobreza.

Banco do Nordeste - No Brasil, o Banco do Nordeste participa da campanha por meio de seus dois programas de microfinanças. O programa de microcrédito urbano, Crediamigo, foi responsável por 1,6 milhão de operações de microcrédito, somente no ano passado, com desembolsos num montante de R$ 2,1 bilhões. Já o programa de microcrédito rural, Agroamigo, desembolsou mais de R$ 590 milhões na economia nordestina, em 2010. O montante representa crescimento de 34,5% em relação a 2009 e foi distribuído em mais de 320 mil operações. Estudo coordenado pela Fundação Getúlio Vargas (IBRE/FGV), de autoria do professor Marcelo Neri publicado em 2008, concluiu que mais da metade (60,8%) dos clientes do Programa Crediamigo saíram da linha da pobreza e deixaram para trás sua condição de miserabilidade, 35% aumentaram seus rendimentos e 15 % aumentaram seu consumo.

Público feminino - As mulheres representam mais de 65% da carteira de clientes do Programa Crediamigo, que desenvolve ações diferenciadas para este publico, como a realização de eventos especiais de mobilização das empreendedoras e o acompanhamento do desenvolvimento dos seus empreendimentos. Para o Crediamigo, as mulheres são fundamentais para a expansão e cumprimento de seus objetivos. “Elas são batalhadores e, em sua grande maioria, acumulam os papéis de chefe das famílias e empreendedoras. Boas pagadoras e muito solidárias, elas geram e distribuem a renda na família e fortalecem o empoderamento das comunidades”, afirma a superintendente de Microfinança Urbana e MPE do Banco do Nordeste, Anadete Torres.

Caso de Sucesso - Um exemplo é Marialda Gualder, moradora da cidade de Fortaleza e cliente do Crediamigo há 5 anos. Antes de ter acesso ao crédito, ela vendia bombons como ambulante em frente a uma casa de show da capital. Comprava fiado e não tinha uma diversidade de produtos para oferecer. Quando teve acesso ao seu primeiro financiamento, Marialda abasteceu sua banca com vários produtos e estocou o resto em casa. Como estava abastecida e tinha estoque de sobra, começou a distribuir mercadorias para seus concorrentes, que enfrentavam dificuldades para comprar mercadorias por falta de prazo e capital de giro. “O Crediamigo me ensinou a ser empreendedora e a ter garra. Mulher de garra que com R$ 300,00 transformou seu estoque de R$ 200,00 em uma atividade comercial forte, com mais de R$ 20.000,00 de mercadoria.” Orgulha-se Marialda. (Da assessoria)


Economia
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
10/03
02:57

Confiança cede o empate no fim contra o River



No confronto dos líderes dos grupos A e B, o Confiança deixou escapar a vitória diante do River Plate e empatou em 1 a 1, ontem à noite, no Batistão, pela oitava rodada do Sergipão. Os gols foram marcados por Raulino e Eder, no segundo tempo. Com o resultado, o time proletário soma 12 pontos e abre dois pontos para o Itabaiana que joga hoje, pelo grupo A. O River, por sua vez, soma 14 pontos e lidera tranqüilo o grupo B. O time que mais assusta o líder é o Sergipe, que tem 9 e joga hoje.

O Confiança estava ganhando até os 42min do segundo tempo, quando numa saída errada da zaga, Eder aproveitou para colocar a bola na rede e decretar o empate do jogo. Sobre o lance, o técnico do Confiança disse que iria reclamar com time na reapresentação de hoje. “Numa situação como essa, a zaga pode dar um chutão, colocar para lateral, tocar para o goleiro, mas não foi feito isso. Foi um erro primário da nossa equipe, que não pode acontecer. Estávamos com o resultado nas mãos, mas cedemos o empate. Iríamos passar até em pontos do River Plate”, lamentou, observando que o time não jogou no 3-5-2, como muita gente havia reclamado durante a partida.

Na próxima rodada, o time proletário encara o Estanciano, domingo, às 16 horas, no Batistão, e não poderá contar o zagueiro Glauber, que recebeu o terceiro cartão amarelo. Já o River Plate mede forças com o Guarany, às 15h15min, no Caio Feitosa, em Porto da Folha.

Detalhes
Sobre o jogo, o Confiança entrou na partida com o intuito de esquecer a derrota contra o Socorrense, na última rodada. Na verdade, essa era a mesma missão do River Plate, que também saiu derrotado na sétima rodada.

No início, as melhores jogadas proletárias foram com Da Silva pela direita, ora driblando, ora cruzando. Aos 20min, porém, num lance isolado, o atacante Eduardo passou pelo marcador, invadiu a área, e mesmo marcado chutou de bico para a boa defesa de Max. Depois, pela direita, Raulino cruzou para Alex Franco isolar a bola.

A partir dos 28min, o jogo ficou mais amarrado. Foram quatro cartões amarelos em poucos minutos. Primeiro para Arghus, do River, por falta em Da Silva; depois para Váldson por reclamação; para o zagueiro Bruno Ramos (River) por falta no atacante proletário; e para Bira por uma falta boba no meio-de-campo. O time de Carmópolis só assustou, aos 40min, com Bibi, que não aproveitou um bate-rebate na área.

Na etapa final, o jogou contou com poucas chances de gol, nas que surgiram os times marcaram. Primeiro com o Confiança, aos 14min, quando Raulino ganhou a dividida com a defesa e chutou na saída de Max. Após comemorar tirando a camisa, o árbitro premiou o jogador com um amarelo. No final, aos 42min, após uma brincadeira da zaga proletária, Eder empatou a partida.

FICHA TÉCNICA
CONFIANÇA
Hudson, Roberto, Bira, Claudio Baiano e Cléber; Glauber, Alex Franco, Raulino, Ciro; Eduardo e Da Silva.
Técnico: Nadélio Rocha

RIVER PLATE
Max; Glawber, Bebeto, Váldson e Arghus; Bruno Ramos, Wallace, Lucas e Eder; Rafael e Bibi.
Técnico: Ademir Silva

Sergipão – 8ª rodada
Estádio: Batistão, em Aracaju-SE
Data: 09/03/2011
Horário: 21 horas
Árbitro: Claudio Francisco Lima
Público: 986 pagantes
Renda: R$ 10.745,00
Gols: Raulino (14min, do 2ºT) e Eder (42min, do 2ºT)
 


Esportes
Com.: 0
Por Kleber Santos
09/03
20:31

Assassinato do Promotor de Justiça Valdir de Freitas Dantas: Membros do MP de Sergipe visitam Ministro

 

O Procurador Geral de Justiça, Dr. Orlando Rochadel Moreira, dando cumprimento a mais um dos compromissos assumidos no seu programa administrativo, se reuniu, na tarde do dia 21 de fevereiro, na companhia do Chefe de Gabinete da Procuradoria Geral de Justiça, Dr. Manoel Cabral Machado Neto, e do Diretor do Núcleo recursal do MP, Dr. Paulo José Francisco Alves Filho, com o Ministro do Superior Tribunal de Justiça - STJ (Desembargador convocado), Dr. Haroldo Rodrigues.

 

 
 
 
Durante o encontro, foram explanadas pelos Membros do MP, matérias relativas ao Processo referente ao assassinato do Promotor de Justiça, Dr. Valdir de Freitas Dantas, ocorrido em março de 1998.

 

O Procurador Geral de Justiça, Dr. Orlando Rochadel, ressaltou que “a visita serviu como oportunidade para externar os detalhes da medida judicial que se encontra pendente no Superior Tribunal de Justiça, possibilitando o estreitamento das relações institucionais com os Tribunais Superiores do Poder Judiciário. Essa atividade de defesa das teses jurídicas do Ministério Público, não só perante o Tribunal local, como também, junto aos Tribunais Superiores, será incentivada pela atual Administração.

Dr. Paulo José, Diretor do Núcleo Recursal, salientou que “foi de vital importância a visita ao Ministro relator da Reclamação nº 2427, tendo em vista a necessidade de expor ao Ministro, algumas peculiaridades do caso. Em especial, o mero erro material, quando da confecção da ata de julgamento, na sessão do júri, na qual foi condenado o Juiz aposentado, Dr. Francisco Melo de Novaes, fato esse, corroborado por vídeos da leitura da sentença e entrevistas do próprio advogado do réu, comprovando assim, a tese do Ministério Público”.

Dr. Manoel Cabral Machado Neto, Chefe de Gabinete da Procuradoria Geral de Justiça, enfatizou “que a exposição do caso ao Ministro Haroldo Rodrigues, quando então lhe foram exibidos documentos, vídeos e reportagens do caso que vitimou o Promotor de Justiça Valdir de Freitas Dantas, contribuiu para deixá-lo a par da discussão jurídica que se encontra sob a sua Relatoria. Muitas vezes a frieza dos papéis e dos documentos não revelam as nuances do caso concreto, impedindo uma análise pormenorizada dos casos”.

O Ministro prometeu priorizar o julgamento da Reclamação, visto que os autos se encontram conclusos e pendentes para julgamento desde 22 de fevereiro de 2007.



Economia
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
09/03
17:53

Caixa vai emitir CPF gratuito na Semana da Mulher

A Caixa Econômica Federal vai oferecer, no período de 09 a 11 de março, o serviço de inscrição gratuita no Cadastro de Pessoa Física (CPF). Todas as agências da Caixa vão disponibilizar o benefício em comemoração ao Dia Internacional da Mulher.

O objetivo da CAIXA é possibilitar o acesso das mulheres às políticas públicas do Governo Federal: Programa Fome Zero, Bolsa Família e o Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (PRONAF), além de facilitar o acesso à inclusão bancária e ao microcrédito.

A iniciativa ajuda a “Promover a Igualdade de Gênero e a Autonomia das Mulheres”, conforme previsto no terceiro Objetivo de Desenvolvimento do Milênio (ODM). O compromisso foi assumido pela CAIXA junto ao Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD).

 



Economia
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
Primeira « Anterior « 1617 1618 1619 1620 1621 1622 1623 1624 1625 1626 1627 » Próxima » Última

Enquete


Categorias

Arquivos