24/08
10:50

Pesquisa Ibope - 7% agrada Vera Lúcia, que prega união dos trabalhadores

Estou contente. Mas a disputa é muito desigual. Mesmo assim vamos fazer um campanha com força e o mais importante, sem mentir e nem criar ilusões para os trabalhadores, empregados,  desempregados, as mulheres negras e pobres, enfim, a nossa classe, de que só com a luta de forma direta e organizada poderemos mudar a realidade de perdas de direitos trabalhistas, o desemprego, a inflação, os caos dos serviços públicos. Dessa maneira, na nossa opinião, podemos mudar tudo”. O comentário é da prefeiturável do PSTU, Vera Lúcia, que aparece na pesquisa Ibope/TV Sergipe com 7% das intenções de voto.

Ela disse que “para crescer ainda mais pretende “ fazer campanha, pedir as pessoas que nos ajude na divulgação e defesa do nosso programa para Aracaju. Como dissemos, a classe trabalhadora precisa tomar Aracaju em suas mãos”. 



Política
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
24/08
09:48

Suspeito de assaltar ônibus é preso em Umbaúba

Equipes da Polícia Militar realizaram no dia de ontem, 22, a prisão em flagrante de Rafael Correia de Almeida, 25 anos, suspeito de assaltar um ônibus da Coopertalse que seguia em direção à Cristinápolis. Ele foi preso durante abordagem policial no seu local de trabalho, no município de Umbaúba, região Sul do Estado.

Segundo relato de passageiros, dois indivíduos teriam embarcado no ônibus no Povoado Estancinha, nas proximidades da Praia do Abaís, e anunciaram o assalto já no município de Umbaúba, de posse de duas facas. Na oportunidade, a dupla subtraiu a quantia de R$ 500 reais referente à renda do ônibus, além de um aparelho de telefone celular.

Logo em seguida, os militares foram acionados. Após análise do circuito interno do ônibus, os indivíduos foram identificados e um deles foi preso no seu local de trabalho. O outro suspeito, identificado como “Carlinhos do Jardins”, conseguiu escapar.

O caso foi encaminhado à Delegacia de Umbaúba para a lavratura do flagrante e posterior adoção das devidas providências. De acordo com os policiais civis, a dupla trabalha em uma empresa em Umbaúba, executando serviços de pintura. As investigações continuam no sentido de localizar o outro criminoso.

Quem tiver informações sobre Carlinhos do Jardins, que aparece de camisa listrada nas imagens do circuito de segurança do ônibus, pode ligar para o Disque Denúncia 181 ou mandar informações pelo aplicativo Disque Denúncia SE, que pode baixado nas lojas virtuais de aparelhos com sistema Android.

Ascom



Variedades
Com.: 0
Por Kleber Santos
24/08
09:40

Operação desarticula associação criminosa responsável por diversos roubos na capital e interior de Sergipe

Sete mandados de prisão foram cumpridos

Quadrilha 2edNa tarde desta terça-feira, 23, foram apresentados os resultados de uma operação realizada pelas delegacias de Ribeirópolis e Itabaiana, com apoio de agentes do Centro de Operações Policiais Especiais (Cope), Coordenadoria de Policia Civil do Interior (Copci) e delegacia de Carira. A ação resultou na desarticulação de uma associação criminosa responsável por efetuar diversos roubos nos municípios de Aracaju, Nossa Senhora do Socorro e Ribeirópolis.

De acordo com o delegado Cledson Ferreira, foi detalhada a operação que culminou no cumprimento de sete mandados de prisão e na apreensão de quatro armas de fogo, além de vasto material ( aparelhos de telefone celular, dinheiro, artigos de beleza). 

As investigações começaram no dia 2 de agosto, após a realização de assaltos a duas lojas em Ribeirópolis. “ Tivemos a ajuda do disque denúncia informando sobre o envolvimento de dois integrantes da quadrilha e que eles moravam na cidade de Nossa Senhora do Socorro. Foi realizado um trabalho de campo e os policiais conseguiram descobrir os outros integrantes. Foi pedido a prisão temporária deles e com o desencadear da operação as participações nos assaltos foram confirmadas”, explica o delegado Cledson Ferreira.

Quadrilha ed3Além dos assaltos em Ribeirópolis também foi descoberto o evolvimento da quadrilha em roubos em Aracaju e Nossa Senhora do Socorro, totalizando cinco estabelecimentos lesados.

Foram presos: Joel Figueiredo Menezes, 25 anos; Ednaldo Ribeiro dos Santos, conhecido com “Naldinho”, 33 anos; Carlos Alberto Santos Cruz, vulgo “Laluca”, 24 anos; Alisson Fernandes Santos, 27 anos; Cleverton Willian Carvalho Leite, 25 anos; Rafael Carvalho dos Santos, 19 anos e José Ailton de Jesus Souza, 51 anos.

Ainda segundo o delegado, em duas investidas simultâneas praticadas pelo grupo criminoso, eles teriam levado cerca de 100 aparelhos celulares. As investigações continuam no sentido de localizar outros integrantes, além de possíveis receptadores dos produtos roubados.

Ascom/SSP


Variedades
Com.: 0
Por Kleber Santos
24/08
09:34

Encontro Sergipano de Fotografia na Sociedade Semear

Foto: Augusto Gentil

Para celebrar o dia da fotografia, acontece no próximo sábado, dia 27/08, das 09 às 12 horas, o “Encontro Sergipano de Fotografia”, na Sociedade Semear. O evento vai reunir fotógrafos e pesquisadores, numa mesa-redonda, com o objetivo de trocar informações e experiências.

Como parte do encontro acontece a abertura da exposição “Céu e Terra”, do fotógrafo sergipano Augusto Gentil, apresentando 15fotos que retratam cenários urbanos de diversos ângulos. Do céu registra a cidade e sua magia, da terra captura a intensidade em paisagens emblemáticas.

O evento é uma realização do Projeto Sergipe in Foco e Studio F2.8, com apoio da Sociedade Semear.

PROGRAMAÇÃO:
9h – Abertura do evento e apresentação dos componentes da mesa redonda “Recortes sobre a fotografia em Sergipe”. Com a participação de Pascoal Maynard, José Aquino, Edson Araújo e Seiji Hiratsuka.

11h – Abertura da exposição “Céu e Terra” do fotógrafo AugustoGentil.
11:50 - Encerramento


Variedades
Com.: 0
Por Kleber Santos
24/08
09:32

Francisco Alves Júnior é o novo diretor da EJE/SE

Após o término da sessão ordinária de julgamentos do Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe (TRE-SE), ocorrida nesta terça-feira (23), o presidente do Tribunal, des. Osório de Araújo Ramos Filho, indicou o nome do juiz membro, Francisco Alves Júnior, para ser o novo diretor da Escola Judiciária Eleitoral de Sergipe (EJE/SE).

O cargo era ocupado anteriormente pelo ex-membro do TRE-SE, juiz Fernando Escrivani Stefaniu, que encerrou seu biênio no dia 31 de julho deste ano. “Em razão da vacância do cargo surgiu a necessidade de se indicar um novo diretor. Sou conhecedor da capacidade de todos os membros desta corte, porém fixei minha indicação no nome do dr. Francisco porque o mesmo, além de ser professor universitário, é um magistrado experimentado e que já participou da Escola da Magistratura do Estado de Sergipe”, pontuou o presidente.

“Com todo o empenho aceito a missão e espero receber sugestões de Vossas Excelências para dinamizar a EJE/SE”, afirmou Francisco Alves. A indicação do novo diretor foi aprovada por unanimidade pelos demais juízes membros do TRE-SE.

Ascom/TRE


Política
Com.: 0
Por Kleber Santos
24/08
09:31

TRE-SE desaprova contas de Manoel Sukita

Na tarde de hoje, terça-feira (23), o Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe desaprovou, por unanimidade de votos, as contas da campanha 2014 de Manoel Messias Sukita Santos, à época candidato a deputado estadual.

O relator do caso, juiz Francisco Alvez Júnior, em seu relatório, elencou os fundamentos que nortearam o pedido de impugnação apresentado pelo Ministério Público Eleitoral (MPE).

Entre os fundamentos listados pelo MPE que justificariam a desaprovação de contas, estão a existência de defeitos materiais graves, ausência de descrição das doações estimáveis em dinheiro, ausência de prestação de contas relacionadas à produção de material impresso de propaganda eleitoral, doações estimáveis em dinheiro sem expedição dos correspondentes recibos eleitorais no momento oportuno, entre outras acusações.

Em sua defesa Sukita sustentou que os erros decorrentes das omissões apontadas pelo MPE seriam falhas que poderiam ser corrigidas com a juntada de documentação suplementar.

Após a juntada da manifestação de defesa, o órgão técnico contábil do TRE-SE apresentou parecer conclusivo pela desaprovação das contas, tendo em vista a persistência de diversas omissões que comprometeriam a prestação de contas.

Em seu voto, após apontar várias irregularidades, o relator se manifestou “resta prejudicada a confiabilidade e consistência das contas apresentadas, assim, pelo todo aqui exposto, considerando que as irregularidades apontadas na prestação de contas sob análise são graves e comprometem as contas, voto pela procedência parcial do pedido formulado na impugnação proposta pelo MPE, para desaprovar as contas de Manoel Sukita Santos, por ocasião das eleições 2014”.

O magistrado, ao considerar as reiteradas decisões do TSE, deixou de aplicar a penalidade de suspensão de repasse de cotas do fundo partidário ao PSD, por se tratar de prestação de contas de candidato e não de partido político.

Por fim, o juiz determinou a transferência do valor de R$ 12.500,00 ao Tesouro Nacional, receita cuja origem não pode ser devidamente apurada referente às doações estimáveis em dinheiro.

A decisão foi acompanhada por todos os juízes membros do TRE.

Ascom/TRE


Política
Com.: 0
Por Kleber Santos
24/08
09:28

MPF/SE obtém liminar que determina a adoção de medidas para a regularização fundiária do Parque Nacional Serra de Itabai

Instituto Chico Mendes tem seis meses para apresentar diagnóstico do Parque

A Justiça Federal em Sergipe concedeu uma liminar que obriga o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) a apresentar em seis meses um diagnóstico da situação fundiária do Parque Nacional Serra de Itabaiana (Parna Serra de Itabaiana). Criada há mais de dez anos, a Unidade de Conservação (UC) tem apenas 8,45% do território em situação regular.

A medida é fruto de uma ação ajuizada pelo Ministério Público Federal em Sergipe em janeiro de 2016. Para o MPF/SE, a falta de regularização fundiária impede o Parque de desempenhar seus objetivos básicos, como a preservação dos ecossistemas, a realização de pesquisas científicas e o desenvolvimento de atividades de educação ambiental e de turismo ecológico. O diagnóstico exigido pela Justiça é o primeiro passo em direção à regularização.

Na ação, o MPF/SE demonstrou que, devido à ausência de regularização fundiária, já foram constatados roubos, queimadas, desmatamento, construções irregulares no Parque, que resultaram de vários inquéritos e ações judiciais que tramitam no MPF e na Justiça Federal.

Para a Justiça Federal, o processo de regularização fundiária é complexo e demanda tempo, por isso, “um início não imediato potencializa o dano ambiental na área (...), restando assim demonstrado o perigo na demora”, destaca trecho da sentença.

Parque Nacional – Criado por meio de decreto em junho de 2005, o Parque fica localizado no agreste do Estado. Possui 7,9 mil hectares divididos entre os municípios de Areia Branca, Itabaiana, Laranjeiras, Itaporanga D'Ajuda e Campo do Brito. Segundo o ICMBio, há 326 propriedades no Parna, das quais apenas quatro foram regularizadas. A regularização fundiária é umas das medidas mais importantes para a preservação de uma unidade de conservação. Outra medida importante é elaboração do Plano de Manejo. No caso do Parna Serra de Itabaiana, o Plano de Manejo só foi providenciado após ação civil proposta pelo MPF/SE.

Número para pesquisa processual: 0800002-07.2016.4.05.8501 (processo judicial eletrônico).

Assessoria de Comunicação



Variedades
Com.: 0
Por Kleber Santos
24/08
09:24

MPF/SE obtém suspensão de obras da Rodovia SE-100

A Justiça também ordenou que os réus promovam a imediata recuperação do rio Aningas, que foi afetado com as obras de pavimentação da rodovia. O rio deságua na Reserva Biológica Santa Isabel, o maior sítio reprodutivo brasileiro da tartaruga oliva.
           
A  pedido do Ministério Público Federal (MPF/SE), a Justiça Federal determinou imediata suspensão das obras da Rodovia SE-100, no trecho Pirambu/Foz do Rio São Francisco, entre os povoados Aguilhadas e Atalho. A decisão judicial também suspendeu a licença de instalação concedida pela Administração Estadual do Meio Ambiente (Adema) para a realização da obra.
 
Outra determinação da Justiça é para Adema realizar inspeção e emitir laudo sobre a possível supressão de vegetação, sem o específico licenciamento, na área que compreende as obras. Justiça também quer saber se nesse trecho houve desmonte de dunas, corte de morros e aterramento parcial do Rio Aningas. O prazo para entrega o laudo é de 30 dias.
 
Após a inspeção, a Justiça Federal ordenou que a empresa Torre Empreendimentos Rural e Construção Ltda, o Departamento Estadual de Infraestrutura e o Estado de Sergipe promovam a imediata recuperação do Rio Aningas. A ação deve ser realizada, em no máximo 60 dias, no ponto de aterramento e nos demais trechos afetados.
 
Por fim, o juiz federal Ronivon Aragão estabeleceu multa diária de R$ 100 mil, caso os réus descumpram a decisão e retomem a execução das obras. Também estipulou multa diária de R$ 10 mil se não forem cumpridas as demais determinações, entre elas a recuperação do Rio Aningas.
 
Entenda a questão - A empresa Torre Empreendimentos Rural e Construção LTDA iniciou as obras da rodovia em julho de 2015, sem a licença de instalação. De forma irregular, a empresa realizou supressão de vegetação e desmatamento de morro com vegetação nativa de restinga. Também aterrou parcialmente o Rio Aningas, que deságua na Reserva Biológica Santa Isabel. Essa Rebio abriga o maior sítio reprodutivo brasileiro da tartaruga oliva. Também é área de desova de várias outras espécies de tartarugas e é região de pouso e descanso de aves migratórias. Na área de influência do empreendimento, também existem três comunidades quilombolas que estão sendo totalmente desconsideradas.
 
Durante o processo do licenciamento ambiental, a Fundação Palmares e as comunidades tradicionais que moram no local não foram consultadas. Também não foram apresentadas medidas mitigadoras ou compensatórias para reparar o dano que será causado aos quilombolas.
 
Somado a todos os problemas apresentados, está o grave fato de o licenciamento, emitido pela Adema, ter sido concedido de forma fracionada, a pedido da empresa responsável pela obra. Como a execução do projeto está divida em cinco lotes, a ideia do empreendedor era obter o licenciamento apenas dos lotes um e dois. Os outros três lotes, chamados no projeto de “Estrada Parque” seriam excluídos da licença de instalação.
 
Para o MPF/SE, realizar a subdivisão do licenciamento dificulta a compreensão do impacto da obra como um todo. O fracionamento “representa risco de aumento de impactos pela falta de análise do empreendimento como um todo, eis que etapas da obra ou atividades que a compõe não afetam as áreas de forma isolada das demais, refletindo as ações realizadas nas porções componentes no ecossistema ali configurado como um todo”, destaca trecho da ação.
 
Número para pesquisa processual: 0803559-39.2015.4.05.8500T

Assessoria de Comunicação


Política
Com.: 0
Por Kleber Santos
1 2 3 4 5 6 » Próxima » Última

Enquete


Categorias

Arquivos